A Pequena Menina Dentro De Mim...

Sou homem, casado, tenho mulher e filhas...
Sempre vivi meu lado masculino...
Mas, sempre me senti uma menina...
Quando pequena, bem pequena... mesmo sem saber sobre sexo ... já queria ser menina...
Nunca entendi porque não podia usar as coisas de menina...
Sempre gostei de rosas, flores e é claro das roupas, acessórios e maquiagens...
Enquanto menina... usava as roupas da minha irmã, mãe, primas, tias e amigas...
Sempre escondido...
Tive uma amiga que me via como menina, que sempre que ficamos sozinhos ela me obrigava (eu adorava) a usar suas roupas...
Brincar de boneca... de casinha... comidinha...
Era muito bom! Pena! Que isto durou apenas 03 anos...
Quando coloco uma roupa feminina... algo mágico acontece... toda minha tristeza passa... a confusão dentro de mim termina...
Acredito que nasci no corpo errado....
Deus sabe o que faz... Deve ter um motivo para este engano... Ou, cochilei, e, entrei na fila errada...
Quando, eu tinha 08 anos, um vizinho, tarado, pervertido... Me viu produzida... bem feminina... E, ameaçou contar pro meus pais, que eu estava usando coisas de menina... Que para escapar da surra que eu iria levar, deveria fazer o que ele mandasse...
Ele morava muito perto, realmente conhecia meus pais... e, com certeza meu iria me dar uma surra enorme...
Combinou que se eu fosse onde ele morava, tal hora (um horário que não estaria ninguém e casa, sua mulher e filho), ele guardaria o segredo... tamanho era meu medo e pânico que fui...
Chegando lá, entrei apavorada... Fui recebida por ele e levada até uma peça nos fundos da casa... Onde haviam poucos móveis... Um armário, um sofá de 03 lugares e uma mesa com algumas cadeiras... Havia sobre a mesa um saco, com peças de roupas de uma parente dele... que devia ter a mesma idade e tamanho que eu... Fui obrigada a tirar minha roupa e vestir as do saco... enfiou minhas roupas dentro saco e as jogou para cima do armário para que eu ficasse vestida de menina...
Veio para perto de mim... começou me elogiando... depois me acariciando... eu tremia muito... não sabia o que ia acontecer em seguida...então ele começou a se despir... ficou nu... e me perguntou se eu gostava de ser menina... devo ter dito que sim, não lembro... ele começou a me acariciar novamente... me perguntou se eu gostava de meninos, mais do que de meninas... eu me lembro que disse que gostava de meninas... ele me mandou sentar no sofá... a esta altura seu cacete estava duro... ele chegou perto de mim e me mandou por a mão, eu não quis ele me disse que poderia ir embora... vestida de menina... pra todos saberem que eu era um veadinho... relutei... mas... coloquei a mão... fez eu acariciá-lo..., chegou mais perto, passou ele no meu rosto... eu estava apavorada...
seu cheiro estranho me deixava com nojo... medo... me pegou pelo queixo e me fez beijá-lo, até que ele consegui enfiar na minha boca... ficou puxando minha cabeça para frente e para traz, até quase gozar, ... puxou seu cacete para fora e lambuzou todo meu rosto e roupas... pensei que a tortura tinha terminado...mas, esta apenas começando... mandou-me ficar de 4 no sofá, passou minha calcinha para o lado, começou a mexer na minha bunda... pegou em um canto um pote de manteiga, passou na minha bunda..enfiando um pouco dentro do meu ânus, que doeu muito... logo, começou a pior parte... começou a rasgar todinha com aquele cacete grande e grosso... tentei fugir, não consegui... ele era muito forte... a dor durou todo o tempo... e, isto ocorreu até meus 11 anos...(quando ele foi assassinado pelo pai de outro garoto que ele também abusava)
Era o inferno... eu já não sabia o que era pior... ser abusada ou a surra... até hoje tento tirar seu cheiro da minha pele e não consigo...
Porém, meu desejo de ser menina.. não mudou... continuei... aos 14 ou 15 anos, conheci um menino... que também tinha a mania de usar roupas de mulher...já nos conhecíamos na verdade... só não sabia deste lado dele...nem ele de mim... um dia fui buscá-lo para jogar bola (futebol) e percebi que ele tinha fugido fui ver o que era ele estava com vestido da mãe e umas revistas batendo uma punheta... ele me implorou para não contar pra ninguém... ele estava em pânico... então contei pra ele que também gostava de ser menina... ele me pediu uma prova... tirei minha roupa e coloquei uma da mãe dele... ele ficou muito feliz... comecei a brincar com ele seguidamente... ambos vestindo roupas femininas...ele queria dar a bundinha e já enfiava os dedos nela a algum tempo... eu meti com cuidado ele adorou fizemos muitas vezes, ora ele era a menina, ora eu, até que ele se mudou...
Embora, nem todas as minhas experiências sejam felizes... amo ser menina, mulher... universo feminino é muito lindo, colorido e variado... é encantador...
HellenB HellenB
41-45, M
May 20, 2012